Tubarões. E daí?

27/09/2014 21:40

O que logo te vem à cabeça quando você ouve a palavra TUBARÃO?

Certamente aquela musica sinistra do filme TUBARÃO 1, 2, 3. Não é?

Devemos agradecer todo esse medo a Hollywood, pois esta série de filmes, se encarregou de  DEMONIZAR  esta criatura cartilaginosa,  com um esqueleto hidrodinamico, que habitas os mares, chamada TUBARÃO.

Os ataques podem ser divididos em provocados e não provocados. 90 % dos ataques de tubarão, não provocados, se devem, a um erro de avaliação do animal.  "O tubarão acha que somos alguma coisa que não somos", segundo Gary Adkison,  (SHARKBITEL - "Mordida de tubarão ! sobrevivendo ao grande branco"). Na maioria das vezes o animal morde a vitima, para, por alguns segundos e depois solta. É muito raro o animal fazer múltiplos ataques à mesma vitima. Depois que ele sente o gosto, percebe que não é aquela comida com a qual esta, acostumado, solta a pessoa. O problema é que uma simples mordida pode provocar hemorragias graves e se a vitima não for socorrida com urgência podendo até vir a falecer.

É importante lembrar que tubarões seguem seus instintos, como todos os outros animais e são projetados para caçar e comer grandes quantidades de carne e sua dieta compreende vários seres do mar tais como peixes, tartarugas, Baleias, leões marinhos e focas. OS SERES HUMANOS NÃO FAZEM PARTE DE SEU CARDAPIO. Graças a Deus!

Então porque os ataques ?

A confusão do tubarão é mais fácil de compreender se enxergarmos sob o ponto de vista do animal. A maioria das vitimas são surfistas, ou pessoas nadando na superfície. O animal nadando embaixo da água tem como visão um formato oval com braços e pernas pendentes remando pela superfície, Isto cria uma grande semelhança com um leão marinho ou tartarugas que são presas do Tubarão branco e do tigre.

Outra possibilidade são ataques a humanos, durante pesca esportiva, pois é comum os pescadores acumularem peixes fisgados em sua cintura.  Os tubarões são atraídos pelo cheiro do sangue e impulsos elétricos emitidos pelo peixe que se debate quando fisgado. Quando o tubarão chega ao local pode se tornar agitado e agressivo e atacar o pescador.

Há casos porem  em que o animal responde a uma agressão, como é o exemplo de um tubarão- dormedor que geralmente são peixes calmos que permanecem parados no fundo. Alguns mergulhadores acham uma "boa ideia", puxar suas caldas e então podem ser atacados pelo animal, como uma resposta a esta agressão.

Então quando mergulhar em uma área possível de haver tubarões tome algumas precauções, como. Não nadar em sua direção, não ficar acima dele, procure descer para uma posição um pouco mais funda, não ficar muito tempo, na superfície. Procure fazer sua parada de segurança, o mais afastado possível, se avistar algum animal. Quando em um naufrágio, avistar um tubarão e aí a recomendação vai para qualquer peixe grande, não obstrua a passagem, pois o peixe pode se assustar com sua presença e querer sai provocando um acidente. Não tente puxar a calda do animal e evite qualquer objeto brilhante como brincos.

No mais fique tranquilo durante seu mergulho e lembre-se que somos invasores nesse mundo oceânico, então procure respeitar os seus habitantes.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!