Nitrox. Você sabia?

27/09/2014 21:42

Ar enriquecido, Nitrox ou EAN, se você conhece e já usou, relembre. Se você não tem conhecimento, leia este artigo, mas venha fazer o curso.

Se você mergulha, em algum momento já ouviu falar em ar enriquecido, Nitrox ou EAN.Então não custa nada recordar alguns pontos interessantes.

Porque enriquecer o ar? Bom, vamos tentar entender então algumas vantagens.

Maior tempo de fundo? Enriquecer o ar que vamos respirar durante um mergulho é acrescentar mais oxigênio e diminuir a quantidade de nitrogênio na mistura, porém o objetivo maior é diminuir o percentual de nitrogênio que é um gás inerte não utilizável no processo respiratório e por este motivo capaz de trazer complicações serias ao mergulhador.
Quanto maior a quantidade de oxigênio na mistura, menos nitrogênio se respira, permitindo, portanto maior tempo de fundo
 
Menor intervalo de superfície e mais mergulhos repetitivos? Sim, o mergulho com ar enriquecido te dá a vantagem de menor intervalo de superfície já que ao final do mergulho  você terá menos nitrogênio dissolvido e portanto a liberação desse nitrogênio pela respiração será mais rápida, te possibilitando maior numero de mergulhos.

Menos narcose? Apesar de respirarmos menos nitrogênio com o ar enriquecido, os fisiologistas acreditam que não temos alterações, em relação à narcose, já que a suscetibilidade à narcose difere de um mergulhador para outro e o aumento da quantidade de oxigênio pode também influenciar na narcose, portanto quando planejar seu mergulho com ar enriquecido leve em consideração a narcose como se estivesse fazendo o mergulho com ar atmosférico comum.

O TRIMIX (oxigênio, nitrogênio e Helio) é utilizado para diminuir a narcose em mergulhos profundos devido ao Hélio, mas seu uso é restrito aos mergulhadores TREINADOS.

Mais segurança? Já são milhares de mergulhos recreacionais utilizando ar enriquecido desde a década de 90. É evidente que se você faz um mergulho com ar enriquecido, onde todo o planejamento foi realizado para o uso de AR, ao terminá-lo você terá muito menos nitrogênio dissolvido que usando o AR atmosférico comum, então guardadas as devidas proporções a possibilidade de vir a sofrer de MD (moléstia descompressiva) é menor.

Isto não quer dizer que mergulhar usando ar enriquecido torna o mergulho mais seguro. Lembre-se que com ar enriquecido você terá menos nitrogênio dissolvido, mas em compensação é preciso estar atento a pressão parcial do oxigênio que é mais tóxico que o nitrogênio e pode trazer sérios problemas ao mergulhador.

O ideal mesmo é que você nunca esqueça que para evitar riscos o melhor é fazer um mergulho seguro. Estar dentro dos limites não descompressivos, fazer parada de segurança, subir a uma velocidade adequada e evitar fatores predisponentes tais como fumo, bebida alcoólica, desidratação.

Menos fadiga? O excesso de nitrogênio dissolvido pode trazer para alguns mergulhadores sintomas como fadiga e tonteira, muito antes de uma MD, portanto mergulhar com ar enriquecido pode resultar para alguns em menos fadiga.

Maior tempo de fundo e não mais fundo! O mergulho com ar enriquecido da ao mergulhador um maior tempo de fundo, mas não o possibilita ir mais fundo. Lembre-se que quanto mais fundo maior a pressão parcial de oxigênio e a possibilidade de intoxicação pelo, o que é grave para o mergulhador.

Se a sua intenção é ir mais fundo então você precisa fazer um curso de mergulho técnico e aprender a usar o TRIMIX, uma mistura usado pelos mergulhadores técnicos.

E por fim, aqui vai um conselho interessante. Se você esta dentro do quadro de predisponentes à Doença descompressiva, ao mergulhar com ar enriquecido, use um computador convencional de mergulho para ar atmosférico e controle a quantidade de oxigênio. Ah, e não esqueça que antes de fazer um mergulho com ar enriquecido, você precisa fazer o curso e obter a certificação.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!