Como escolher um curso básico de mergulho?

01/10/2014 09:09

Quando alguém pensa em fazer um curso de mergulho básico, aquele para iniciantes, normalmente não encontra informações que permitam saber se o investimento valer à pena ou não. Como obter garantias do serviço oferecido? Os profissionais são competentes? Existe uma carga horária mínima?

O candidato a mergulhador deve iniciar sua pesquisa identificando as escolas de mergulho da sua região e verificando qual a carga horária adotada para o Curso Básico de Mergulho ou Curso Open Water Diver. O tempo gasto na formação do mergulhador é a informação mais importante, pois se tornar um bom mergulhador demanda adaptação, e o conforto não se consegue da noite para o dia!

Deve ser adotada uma carga horária entre 35 e 40 horas de aula, no mínimo, divididas entre teóricas, prática na piscina e práticas no mar. Verifique também qual o padrão que será utilizado, normalmente as escolas utilizam padrões de treinamento de uma Certificadora de Mergulho Internacional, e com isso exija material didático de boa qualidade: manual, DVD, tabelas de mergulho e outros componentes.

Verifique no site da certificadora as qualificações dos profissionais, eles devem estar em status ativo e com credencial mínima de instrutor.  Algumas escolas solicitam que a inscrição seja realizada com certa antecedência, onde isso permite a retirada do material didático e um estudo prévio, o que permite um melhor entendimento do conteúdo e, por conseqüência, uma prática mais agradável. Não substitua as aulas teóricas pelo estudo em casa. As experiências que os bons profissionais transmitem em sala de aula aos alunos são de fundamental importância.

A etapa mais importante, sem dúvida nenhuma, são os exercícios realizados em piscina. É nessa hora que o aluno realmente aprende a mergulhar, a adaptação deve acontecer de forma gradual e o treinamento individualizado, portanto muitos alunos para um instrutor não é aconselhável. A piscina utilizada pela escola deve ter profundidade suficiente para você trabalhar sua flutuabilidade (não ficar tocando no fundo o tempo todo) e tamanho adequado para se deslocar com tranquilidade. Busque ambientes com no mínimo 2,5 metros de profundidade e 15 metros de comprimento. Se o mar for utilizado como ambiente de piscina, certifique-se de que as condições de visibilidade e conforto também sejam parecidas ou idênticas.

Os mergulhos no mar, no mínimo quatro, são apenas complemento do treinamento de piscina, nessa etapa é hora de evolução... o foco será aprimorar todas as habilidades já adquiridas e então, naturalmente, se transformar em um mergulhador.

Se todas as informações conferem com o que foi descrito até aqui, temos uma boa chance de realizar um bom curso, mas isso não é suficiente! Outra etapa tão importante são as referências, informe-se com algum amigo mergulhador sobre a escola que pretende realizar o curso, normalmente ele tem mais experiência para saber se você não está sendo enganado, muitas vezes o barato pode sair caro!

Mergulhar é mágico... enquanto mergulhamos temos a sensação de estar em outro planeta, fugimos do cotidiano e nos tornamos mais humanos... isso envolve dedicação e o primeiro passo nessa direção é o mais importante, tenha certeza de que você é especial é deve ser tratado como tal... reúna o máximo de informações, divirta-se bastante e seja muito bem vindo ao mundo das bolhas!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!